RANGEL LIMA - Psicólogo, Coach e Palestrante

Artigos



Como desenvolver a inteligência emocional no trabalho

12/04/2019

Reflita sobre as seguintes questões:
- Como se manter calmo e focado mesmo com tantas atividades para executar?
- Como ter empatia com os colegas de trabalho?
- Como lidar com colegas ou cliente difíceis? 
- Como se sentir autoconfiante para tomar decisões?

Todas essas questões estão relacionadas a Inteligência Emocional, que nada mais é do que levar INTELIGÊNCIA para as suas EMOÇÕES.

Diz a sabedoria popular que o sucesso só chega antes do trabalho no dicionário. Isso é particularmente verdadeiro no desenvolvimento do Controle Emocional. 


Segundo pesquisa realizada pelo Dr. Travis Bradberry (co-autor do best-seller Emotional Intelligence 2.0), inteligência emocional é a habilidade que corresponde a cerca de 58% da nossa performance profissional.

Por essas e outras que a Inteligência Emocional é considerada por muitos a habilidade essencial para o profissional do século XXI. A grande vantagem do desenvolvimento da Inteligência Emocional, sobre outros processos de aprendizagem é que você não precisa reservar horários para se exercitar, pode fazê-lo a qualquer hora, em qualquer lugar, sem interromper o que está fazendo. Pelo contrário, pode fazê-lo ainda melhor.

Vou apresentar 3 dicas práticas para você aplicar hoje mesmo e começar a desenvolver sua Inteligência Emocional imediatamente.

1º) Tenha a percepção de um falcão. Muitas vezes temos a tendência a olhar somente o que está a nossa frente, sem ter uma percepção mais ampliada do todo. Ficamos limitados as nossas crenças, ideias e ao contexto presente, quase como o cavalo de padeiro. Isso é um prato cheio para os conflitos. O falcão além de voar em alturas estratosféricas é reconhecido por seu olhar apurado, pois ele consegue observar tudo o que está acontecendo e traça o melhor momento e estratégia certa para fazer a sua intervenção. Procure sempre fazer uma análise ampliada das situações, isso vai fortalecer a sua autoconsciência e lhe ajudar a ser mais assertivos nas suas ações.  

2º) Não tome decisões precipitadas. Um dos maiores causadores de conflitos no ambiente de trabalho é a impulsividade, falar o que não se deve ou na hora errada. Como dizia o desafio de Aristóteles, “Qualquer um pode zangar-se – isso é fácil. Mas zangar-se com a pessoa certa, na medida certa, na hora certa, pelo motivo certo e da maneira certa – não é fácil.” Portanto, pense antes de falar, conte até dez! O tempo ajuda na autogestão levando objetividade e perspectiva aos milhares de pensamentos que passam pela nossa cabeça quando temos uma decisão importante a tomar. E às vezes, enquanto esperamos, podemos descobrir novas informações para facilitar a decisão.    

3º) Conheça as regras do jogo da cultura. Grande parte de fazer e dizer as coisas certas em situações sociais resulta de conhecer as regras do jogo da cultura, seja ela organizacional, familiar ou étnica. Para se tornar emocionalmente inteligente é necessário “sentir o clima” e entender minimamente essas diferenças culturais. E a melhor maneira de testar a precisão das suas observações é simplesmente perguntar se o que você observou em pessoas ou situações é de fato o que está ocorrendo. Você terá a chance de descobrir onde errou caso tenha tirado conclusões precipitadas ou deixado escapar algum sinal. 

4º) Saiba aceitar críticas.  É muito mais fácil criticar do que elogiar. Essa é a tendência da maior parte das pessoas e precisamos saber lidar com elas – o que nem sempre é fácil.  Procure não levar para o lado pessoal e avaliar sempre de quem vem. Se ela não servir, ignore, como diz o ditado popular, ninguém joga pedra em laranjeira que não dá fruto. Ao mesmo tempo, é bom analisar o conteúdo e extrair algo de bom. Use essas questões como guia: Como eu me sinto quando recebo um feedback negativo? Como demonstro meus sentimentos? Uma vez que você se conscientizar das respostas a essas perguntas, passe para suas habilidades de autogestão: qual reação eu deveria escolher?   

Se você colocar em prática essas 4 estratégias em seu dia-a-dia, tenho certeza que você vai conseguir gerir melhor suas emoções e ter comportamento mais assertivos no ambiente de trabalho. Quanto mais trabalhamos nossa inteligência emocional, mais temos chances de sucesso pessoal e profissional. 

Clique aqui e conheça o Doutor da Mente, o programa que vai desenvolver ainda mais suas habilidades de inteligência emocional. 

Autoria: Rangel Lima - Psicólogo e Master Coach






topo