RANGEL LIMA - Psicólogo, Coach e Palestrante

Artigos



A Importância da Inteligência Emocional para o Seu Sucesso

03/07/2020

Se você almeja crescer na carreira e ter sucesso em cargos de liderança, mais do que experiência e boa formação acadêmica, a importância da inteligência emocional deve ser levada em conta e usada para engajar colegas e obter melhores resultados, por meio do trabalho em equipe. Isso também vale para construir relacionamentos saudáveis, obter felicidade e realização pessoal.
 
Quero fazer um adendo sobre o significado da palavra sucesso. Sucesso é você ter equilíbrio e satisfação em todas as áreas da sua vida, as quais englobam: saúde, família, trabalho, espiritualidade, finanças, lazer, entre outras. E um ponto importante é que não precisa ter 100% de satisfação em todas as áreas, isso é praticamente impossível, pois menos de 1% da população mundial consegue esse feito. E para conquistarmos esse nível de sabedoria e realização é essencial desenvolvermos nossa inteligência emocional.
 
A inteligência emocional no trabalho é uma qualidade cada vez mais valorizada pelas empresas. O conceito de inteligência emocional foi citado pela primeira vez em 1990 por pesquisadores do campo da psicologia, em um estudo que rejeita a ideia de que as emoções seriam um obstáculo para certas áreas da vida de uma pessoa, como a profissional. Ou seja, ela é fundamental para o sucesso no ambiente de trabalho.
 
Para começarmos a entender o tema, vamos recorrer a uma frase clássica, que diz que “as pessoas são contratadas por suas habilidades técnicas, mas são demitidas pelo seu comportamento”. Essa é uma sentença ainda atual, mas não nova. Ela representa a realidade das organizações ao longo das últimas décadas. Na atual era digital, cada vez mais os aspectos técnicos vêm sendo supridos pelos avanços tecnológicos, como a inteligência artificial. A exigência, então, se volta para o desenvolvimento de habilidades comportamentais, as chamadas soft skills, em um processo que precisa ser contínuo para lidar com as situações complexas já existentes e as que ainda irão surgir.
 
A dúvida que até então pairava nas organizações é se a inteligência emocional não seria uma habilidade inata. Hoje, sabemos que não: ela não só pode como deve ser desenvolvida por cada um de nós. Quando bem trabalhada, essa é uma competência que traz maior equilíbrio na vida pessoal e sucesso profissional para quem almeja evoluir na carreira.
 
De acordo com a psicologia, a inteligência emocional é formada por quatro pilares fundamentais e um depende do outro para ter eficácia. Vejamos quais são eles:
 
AUTOCONSCIÊNCIA
A autoconsciência é a nossa capacidade de notar as nossas próprias emoções no momento em que elas surgem e conhecer as nossas tendências em diferentes situações. E o mais surpreendente na jornada do desenvolvimento da autoconsciência é que o simples fato de pensar a respeito já nos ajuda a melhorar essa habilidade. A pessoa autoconsciente tem muito mais facilidade de usar outras habilidades de inteligência emocional. À medida que a desenvolvemos, a nossa satisfação com a vida, a nossa capacidade de atingir as nossas metas profissionais e pessoais decolam.   
 
AUTOGESTÃO
A autogestão é a capacidade de usar a conscientização das suas emoções para escolher ativamente o que você diz e faz. Quando você conhece as próprias emoções e aprende a escolher sua reação a elas, conquista o poder de assumir o controle de situações difíceis, ser ágil na sua reação às mudanças e tomar a iniciativa necessária para atingir seus objetivos. Sua vida não vai transformar em conto de fadas isento de obstáculos, mas quanto mais você trabalhar e desenvolver essa habilidade, mais você estará equipado com tudo o que precisa para assumir o controle e decidir o rumo da sua vida.
 
ESTRATÉGIAS DE CONSCIÊNCIA SOCIAL
A consciência social se concentra na nossa capacidade de reconhecer e entender as emoções dos outros. Ao entrar em contato com as emoções alheias quando interagimos com os outros, podemos ter uma ideia mais precisa do nosso entorno, o que afeta tudo, desde os relacionamentos até os resultados financeiros da empresa. Manter-se totalmente presente no momento e ser capaz de dedicar toda sua atenção aos outros é o primeiro passo para se tornar socialmente consciente. Quando olhamos para fora, não usamos apenas os olhos, mas mobilizamos todos os nossos sentidos.
 
GESTÃO DE RELACIONAMENTOS
Cultivar um relacionamento requer tempo, esforço e conhecimento. Se você quiser um relacionamento resistente e capaz de crescer com o tempo e no qual você e o outro terão suas necessidades satisfeitas, você vai precisar dessa última habilidade. Grandes líderes, nas mais variadas áreas e campos de atuação afirmam que o segredo da alta performance está nos relacionamentos. Isto acontece por que é impossível transformar o mundo de forma significativa sem pessoas. É por elas e através delas que realizamos a nossa missão de vida e damos a nossa contribuição para que o mundo seja melhor.
 
A inteligência emocional é, sem dúvida, determinante para o sucesso profissional e pessoal das pessoas. No âmbito profissional, essa habilidade permite que você coloque a sua parte cognitiva para funcionar, estabeleça parcerias, crie um ambiente de trabalho positivo e uma mentalidade de crescimento coletivo. No âmbito pessoal, você terá relacionamentos mais saudáveis, criará uma atmosfera de segurança emocional entre as pessoas queridas e educará seus filhos para serem adultos conscientes de si. E o primeiro passo para ter acesso a tudo isso é entender que ela pode ser desenvolvida.

Portanto, se você desenvolver esses 4 pilares descritos acima (Autoconsciência, Autogestão, Consciência Social e Gestão de Relacionamentos) tenho certeza que você vai desenvolver a sua inteligência emocional. Existem dezenas de estratégias para fortalecer cada um desses pilares. E o caminho mais seguro e mais efetivo e buscar o autoconhecimento de si mesmo e dos outros. É uma jornada intensa, que durará sua vida inteira, mas que, com certeza, será recompensadora. Ao se autoconhecer, você terá a possibilidade de viver uma vida mais leve, sem estresse e com melhores resultados. Caso tenha gostado do tema e queira se aprofundar, conheça o programa 100% online de gestão e inteligência emocional Doutor da Mente ou o livro clássico do autor Daniel Goleman: Inteligência Emocional.
 
Que tal começar a aplicar um pouco do que leu neste artigo em seu dia a dia?

Autoria: Rangel Lima - Psicólogo, Mentor e Master Coach






topo